sábado, 22 de abril de 2017

COSTURANDO POESIA




“Rodopiando no ar...”
mjztauil
_____________________


Enquanto
Sentíamos vibrar o tropel de paixões,
Silenciosas e eternas como sonhos pétreos,
E
Figurando em nossos peitos
Quais sombrias chamas
A esplender de invencível encanto...


Marilândia

TROVAS


Mais saudade a gente sente (Imaculada Machado)
Seja na noite negra e vã
Seja em meio à dor latente
Adormecida num divã

Marilândia

_________________________________

A coroa prometida (Nilsa Alves de Melo)
Que fulgura bem mais ainda
Na estação final da vida
A esplender sempre tão infinda

Marilândia

___________________________________________________________________________________________


Uma vida em outros mares! (Marta Peres)
Descobrindo divindades
A transcender outros ares
E a extirpar vãs maldades

Marilândia

___________________________

Para cicatrizar sua ferida (Sanpaku Naarea)
À hora em que o sol se esquiva
Em suprema despedida
Dentre luz contemplativa

                                              Marilândia

_________________________________________

TROVAS


E se tornar invencível (Sanpaku Naarea)
Nos mares e em sutis plagas
Docilmente imperecível
Sob recordações náufragas
Marilândia

Sob recordações náufragas (Marilandia Marques Rollo)
Bebi desejos sem norte
Pelas andanças notívagas
Triste, louco d’outra sorte

Triste, louco d’outra sorte ((Miguel Eduardo Gonçalves)
Morrem-me amargas ilusões
Inda que me reconforte
Velhas mágoas em profusões
Marilândia

MOTE MOTIVO 92




Mote 92
"Gosto do modo carinhoso do inacabado, do malfeito, daquilo que, desajeitadamente,tenta um pequeno voo e cai sem graça no chão".
Clarice Lispector
_____________________

MOMENTOS SIDÉREOS

Sublimados  por indizíveis carinhos
Mesmo as afrontas mais cruéis esquecem...

E,
Nesse mundo vil,
Onde a maldade exulta,
Voejam  nas suas graças estupendas,
Em sentimentos de grandeza oculta...

Por entre os sons que os coroam
Cantam e dançam na paz in_finita
Rodopiando dentre eflorescências
Das vagas, in_dolentes recordações...

Marilândia


sexta-feira, 21 de abril de 2017

MOTE MOTIVO 92



Mote 92
"Gosto do modo carinhoso do inacabado, do malfeito, daquilo que, desajeitadamente,tenta um pequeno voo e cai sem graça no chão".
Clarice Lispector
_______________________

IN_ACABADO VOO
Ninando o in_finito ao finito das águas,
Dias tão mancos cantam aos raios do sol a se pôr...

Atravessam assim,
A in_finda escuridade,
Soluçando em partidos arquejos
E, chorando à tristonha Natureza,
Aquilo que o infortúnio austero sempre aleita...

Marilândia

COSTURANDO POESIA



“Que faz o hoje melhor que o ontem...”
mjztauil
________________

Na arte de evocar as horas mais ditosas,
A fim de eternizar numa flama única,
Os dons dos êxtases mais poéticos,
Ornando as noites e os dias mais gloriosos,
Enquanto a imaginação que se perde na orgia
Vislumbra horizontes de amor,
Dentre tão quiméricas recordações...

Marilândia




MOTE MOTIVO 91




MOTE 91
“A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida”. 
Vinicius de Moraes
________________________

A VIDA
Claros faróis
Vivas opalas
Num misto de infância,
De idade madura...

Um convite à viagem
No encanto da alma,
Onde tudo é belo
Mergulhado em sóis molhados,
Dentre céus nublados...

A vida nada mais é
Que volúpias serenas
Polidas pelo Tempo...

Marilândia