sábado, 14 de agosto de 2010

SOBRE MIM MESMA (ENSAIO)





SOBRE MIM MESMA (ENSAIO)





Uma página ao acaso leio, sorvendo lágrimas d’emoções.
Entorpecida por rastros da saudade, em degraus do passado vagueio
Anelam lembranças, réstias de uma história bem minha.
Sorrateiramente emergem, segredos há muito adormecidos, contemporâneos de derrotas e vitórias...
Arquivo da memória escancarado, espelho da vivência...
Assomam, paulatinamente,rebeldes fragores d’ilusões mal vividas.
Dilaceradas agonias...

_Palavras bailarinas em acordes de desmaiada sonata_

Marcadores:

1 Comentários:

Às 14 de agosto de 2010 12:18 , Blogger SolBarreto disse...

Que lindo poema...
Espelha sentimentos , recordaçoes guardadas...
Amei!!

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial