quinta-feira, 6 de maio de 2010

DESERTO DE POEMAS





DESERTO DE POEMAS


Estendidas entre estrofes
Nos versos jazem emoções.

Descontínuas linhas de desejos
Ofegantes rimas
Sentimentos traduzem.

Em túneis d’alma
Encarcerados
Poemas no deserto.

Encontro marcado
Com a saudade.

Frio do silêncio
Interrogações
Não equacionadas
Ambulantes trevas .

Lirismo oculto entre as dunas
Tentações em murmúrios
Vendavais de mistérios.

-Gritos de silêncio no vazio do coração eclodidos...-



“Aqueles que me têm muito amor
Não sabem o que sinto e o que sou...
Não sabem que passou, um dia, a Dor
À minha porta e, nesse dia, entrou...”

FLORBELA ESPANCA


Marcadores:

2 Comentários:

Às 16 de maio de 2010 15:05 , Blogger Juliana Carla disse...

********************************************

APOIO

*** TROFÉU THE BEST GB! ***

Boa noite amiga

O BRAILLE DA ALMA está concorrendo o Troféu The Best GB 2010 na Gazeta dos Blogueiros. Conto com o seu apoio. Para votar visite o site:

http://www.gazetadosblogueiros.com/

A votação vai até o dia 19/05/2010. Vamos somar forças numa só emoção! Ficarei feliz com sua colaboração.

Desde já fico grata.

Juliana Carla
brailledalma.blogspot.com/


********************************************

 
Às 23 de maio de 2010 17:32 , Blogger Alberto Afonso disse...

Querida Marilandia
As emoções não estão somente nos versos e entre estrofes, mas muito mais na tua alma sensível capaz de dizer tanta beleza...
Um grande abraço.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial