sábado, 23 de abril de 2011

E FOI ASSIM...(ENSAIO)




E FOI ASSIM...(ENSAIO)

Nos sótãos d’alma, desfeitas ilusões.
Chorosas madressilvas fragrância de antiga paixão exalam- exasperadas sombras a perseguir-me.
Segredos ao sol poente - castas saudades docemente suspiram…

_Frementes vozes nas escarpas da solidão rugindo – a sofrer, a sentir, a sonhar…_

Marcadores:

1 Comentários:

Às 24 de abril de 2011 19:25 , Blogger O Universo dos Pensamentos disse...

Gostei do titulo do seu blog e do texto acima.

Parabéns, boa noite

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial