segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

CAMINHOS (ENSAIO)





CAMINHOS (ENSAIO)






Vida de aventuras – perdas e ganhos...
Imprevisíveis estilhaços – burburinhos do destino – redemoinho de surpresas...
Inquietos e intermitentes lamentos – murmúrios de ais- penitentes soluços...
O nada duns momentos em ondas de saudade vogando, nos risos d’alvorada pousam...
E os meus gritos de dores, infinito perpassando, são súplicas que se quedam nos abismos ...

_Se isto é vida, em vão não é viver..._






Marcadores:

2 Comentários:

Às 28 de fevereiro de 2011 02:59 , Blogger José María Souza Costa disse...

Diz o poeta, que tudo vale apena, então até a saudade que sentimos, esse vazio sorridente que nos atormenta a lam, vale apena.
Parabens pelo texto, belissimo
Felicidades, sempre

 
Às 5 de novembro de 2011 02:33 , Blogger Fechativa disse...

As vezes me pergunto se vale a pena tantos esforços!!!!"E os meus gritos são súplicas"...Parabéns Mari!!!è isso que sinto.
Beijão!!!!

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial