sábado, 11 de dezembro de 2010

CREPÚSCULO DA POESIA (ENSAIO)





CREPÚSCULO DA POESIA (ENSAIO)



Poéticas tardes do colorido de sol vestidas...
Dos murmúrios da natureza êxtases de magia e de pecados desprendem-se.
Paisagem onde rimados versos pousam ...
Suavemente, sonhos todos d’alma cantam...
Manto de seda azul em luzes de sinfonia.
Floridas ramagens coloridos braços estendem – ânsia de ao infinito agarrar-se.

_Frenesi do crepúsculo – dentre clarões que ao longe despontam_



Marcadores:

1 Comentários:

Às 11 de dezembro de 2010 04:47 , Blogger Karinna* disse...

*Uma visão poética bela sobre o labor da escrita.
Bonita e harmoniosa composição.
Beijo-te com carinho e admiração
Karinna*

*grata pela força e o apoio que tens me dado*

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial