quarta-feira, 6 de julho de 2016

DUETO DE MARILÂNDIA E FRANCISCO SERRA



SONORO MAR


Dentro de todos nós, existe algures no tempo
Convite estendido, quase como um lamento
No esmalte das suas nuances!

O mar…
No ronco de seus desassossegos
As desventuras e os medos
Calados dentro de nós…

O mar…
Estampado 
Naquele gemido magoado

No luar das noites transparentes
A má fortuna de amores descontentes!

O mar…
Marinheiros,
Velhos lobos-do-mar, os primeiros…
A narrar histórias,
Medos vividos
De tempos idos,
Quase sem esperanças…
Na proa negra de suas lembranças!

O mar…
Em fogos rasgados e dolentes
Em amarga doçura dos poentes
Em monstros adamastores medonhos
Ébrio de horizontes
Em azuis e altos montes,
Fantasma dos nossos sonhos…

Marilândia e Francisco Serra

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial