sábado, 7 de maio de 2016

MM MOTE MOTIVO 4






  MOTE 4
“NÃO TENHO ALGEMAS”
Genaura Tormin
___________________


SEM ALGEMAS

Porém, nas cadeias das lágrimas cativa,
“Os sonhos habitam meus cantos”...

No entanto,
Numa intensa  sede
E intensa febre,
Tanta ansiedade, tanta,
Dentre torturas miserandas,
Florescências  dos desejos
Principiadas nos sonhos,
Morrem na tristeza do infinito...

Marilândia

1 Comentários:

Às 7 de maio de 2016 20:24 , Blogger Genaura Tormin disse...

Mari, que surpresa eu me encontrar aqui no teu belo trabalho, poeta!
Significa honra a valorização do meu poema, visto pelo teu talento, demudado em versos diante do MOTE. Beijos.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial