quinta-feira, 16 de agosto de 2012

ENLEIO





ENLEIO

Nas tramas da poesia voo além dos sonhos, alço êxtases, beijo estrelas...
Dentre fúlgidos lampejos mágicas visões espreito...
E absorta em dolentes devaneios, minh'alma sorri em vã ansiedade...
Em mimoso perpassar de quimeras, chilreiam na seara dos versos meus, impertinentes dores...
Rubras sequelas a palpitar na doce fúria dos meus desejos agonias semeiam...

_Suplicantes, cintilam nas ocultas lágrimas supremas mágoas _sublime enleio..._


1 Comentários:

Às 17 de agosto de 2012 19:25 , Blogger *Simone Poesias* disse...

Que lindo!
Beijinhos amiga, bom final de semana xD

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial